100%

Thiago Pinheiro cobra apoio para feiras de artesanato na Praça Lauro Carneiro de Loyola

A categoria de artesãos de Barra Velha precisa de maior apoio do poder público para a sua organização e manutenção das feiras de artesanato promovidas na Praça Lauro Carneiro de Loyola. A demanda foi apresentada no Plenário Getúlio Bittencourt da Câmara de Vereadores, pelo vereador Thiago Pinheiro (PSB), que se reuniu dia 28 de fevereiro com os artesãos e artesãs locais para detalhar as necessidades do setor.

“Eles detalharam sua história, o que precisam”, destacou ele. Thiago já vinha trazendo a temática da feira da praça da lagoa nas sessões da Câmara. Segundo ele, o apoio do Poder Público diminuiu, e os artesãos reclamaram. “O governo anterior, através da Fundação de Turismo, Esporte e Cultura, apoiava as feiras com som, tenda, transporte dos artesãos. Apoiava bem. Agora diminuiu esse apoio, gradativamente”, revela o vereador.

De acordo com Thiago, os artesãos vão oficializar o grupo numa nova agremiação, para poder obter melhor retorno do poder público, e pedem alterações na lei municipal que autoriza a promoção das feiras em espaços públicos. “estou disposto a apoiar, a ajudar na organização deles”, destacou o vereador. “E vamos buscar uma reunião com o Daniel Cunha, presidente da Fumtec, para ver como esse apoio poderá melhorar”.

Thiago também frisou que esclareceu a questão da taxa que supostamente estaria sendo imposta para quem quer expor na feira. Os artesãos e artesãs informaram que há uma taxa, mas ela não é obrigatória. Quem quiser expor sem pagar também pode, mas essa contribuição serve integralmente para a promoção das feiras.  

Transporte escolar

Na mesma sessão, o vereador Thiago lamentou a dispensa de compra de um ônibus escolar por parte da Prefeitura, meses atrás, e frisou que a situação de superlotação hoje vivenciada poderia ter sido evitada se houve planejamento. “Havia previsão de recursos, mas o prefeito não quis mais um ônibus”, comentou o vereador.

Thiago lamentou o discurso de que o governo anterior deixou dívidas, já que segundo ele, todos os prefeitos ao sair, deixam dívidas, que vão sendo pagar nos anos seguintes. “O prefeito fala em dívidas deixadas, mas não fala que o ex-prefeito deixou R$ 2 milhões em caixa para a boca da barra, após o movimento feito pelos ex-vereadores, recurso garantido pelo deputado Carlos Chiodini com apoio do PMDB local”, pontuou Thiago. “Também não fala que a Rua Bento José Luiz está sendo feita com previsão orçamentária do governo anterior, as máquinas foram compradas via Fundam baseado no governo anterior. E ele abre mão de um ônibus”.

Na visão de Thiago, o prefeito Valter Zimermannn (PSD) precisaria estar mais “predisposto ao debate”, e mesmo na recente audiência pública da testada dos imóveis, demonstrou que quer que suas ideias prevaleçam. “Ele faz o que quer. Em março do ano passado, garantiu que não iria ter problema de transporte escolar em reunião com os vereadores. Aí dispensa a compra de um ônibus. Poderia agora pelo menos comprar passagens da viação Rainha para desafogar a questão do transporte’, finalizou.

 

 

Câmara de Vereadores Assessoria de Comunicação

■ Fone (47) 99921.4527 ou 3446.7800, ramal 808

■ Texto: Juvan Neto – Jornalista SC 01359 JP

■ Informação Pública 033/2018

Notícias

Revisão biométrica obrigatória.
Revisão biométrica obrigatória.

O eleitor que não fizer a revisão biométrica terá o título de eleitor cancelado e poderá ter o CPF suspenso pela Receita Federal. Prazo vai até o próximo dia 28 de junho de 2019.

Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã
Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã

Eles foram eleitos no final do ano passado através das eleições escolares e agora assumirão o mandato de um ano. O projeto chega a sua 5ª legislatura com o objetivo de ensinar princípios básicos da política para jovens alunos.