100%

Maurício visita área da Pinguela e ouve demandas do líder comunitário Waldir Rodrigues

 

O vereador Maurício de Simas (PSD) visitou, junto do líder comunitário Waldir Rodrigues, o Waldir da Pinguela, a área onde foi desmontada a antiga travessia sobre o Rio Itajuba, localizada na Rua Eurides Tomazoni, a qual foi destruída por um ato de vandalismo, e também ouviu reivindicações da comunidade solicitando abertura de ruas e instalação de drenagem pluvial na região.

Waldir ressaltou a necessidade da comunidade no sentido de que a popular “pinguela” seja refeita. O vereador entende que a altura dessa nova travessia seja superior a um metro, visando possibilitar a navegação das embarcações da pesca artesanal. Maurício destacou que tenta minimizar o impasse entre os moradores e os pescadores.

No caso da pinguela, Rodrigues entende que mais de 800 proprietários precisam da travessia só em seu loteamento. A pinguela facilita a chega à Avenida Itajuba, por parte dos moradores das ruas Maristela Amorim, Altair Amorim, Artur Bernardes, e evita que seja feito longo contorno até a Rua João Fernandes da Costa.

“Precisa de um vão muito mais alto do que um metro”, avalia. “O ideal é mensurar a altura dos maiores barcos, reunir a comunidade com os pescadores, e ver quantos barcos pequenos e médios podem entrar após a pinguela, para que possamos proteger também os maiores, ali na boca da barra, onde devem ficar os de maior mastro”, opina ele.

O parlamentar aproveitou para visitar dia 14 de março várias ruas em fase de abertura em Itajuba, e também conferiu as demandas apresentadas por Waldir, além de melhorias executadas na Rua Boa Vista, Praia do Grant. Outra via destacada é a Altair Amorim, uma indicação de Simas que foi confirmada pela Prefeitura como uma das próximas vias a receber pavimentação no bairro.

 

Câmara de Vereadores ■ Assessoria de Comunicação
Fone (47) 99921.4527 ou 3446.7800, ramal 808 
Texto: Juvan Neto – Jornalista SC 01359 JP
Informação Pública 037/2018

 

Notícias

Revisão biométrica obrigatória.
Revisão biométrica obrigatória.

O eleitor que não fizer a revisão biométrica terá o título de eleitor cancelado e poderá ter o CPF suspenso pela Receita Federal. Prazo vai até o próximo dia 28 de junho de 2019.

Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã
Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã

Eles foram eleitos no final do ano passado através das eleições escolares e agora assumirão o mandato de um ano. O projeto chega a sua 5ª legislatura com o objetivo de ensinar princípios básicos da política para jovens alunos.