100%

Marcelo defende continuidade da Casan e reafirma proposta de R$ 125 mi em investimento

O vereador Marcelo Nogaroli (MDB) ratificou em plenário a disposição da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) em investir um total de R$ 125 milhões na instalação do sistema de água e esgoto sanitário de Barra Velha. Munido de documentos recebidos da estatal, o vereador apresentou dados sobre o tema na sessão legislativa do dia 3 de abril, no Plenário Getúlio Bittencourt, da Casa de Leis.

De acordo com Marcelo, seu posicionamento não foi “em defesa de uma empresa, mesmo que estatal”, mas do projeto já existente, e do contrato assinado em 2013, entre Prefeitura e Casan, que na visão dele, representa um adiantamento, um compromisso palpável para que a cidade finalmente tenha seu esgoto tratado, uma das principais demandas apresentadas pela população.

“Nós estamos preocupados com a qualidade de vida, com o planejamento, a qualidade de vida do nosso povo. Com o projeto do tratamento de esgoto, teremos mais investimento, senão vamos perder para municípios vizinhos”. O parlamentar destacou que entende que o prefeito pode ter outros pensamentos, mas que deveriam ser no sentido de cumprir o planejamento já iniciado, atualizado e revisado em 2016.

Marcelo apresentou documentos, como o Plano Municipal desenvolvido pela estatal, atualizou dados e destacou que a própria Casan revisou a proposta de investimento de R$ 90 milhões para R$ 125 milhões. O parlamentar do MDB cobrou do prefeito Valter Zimmermann (PSD) que acione a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), para dar a liberação que precisa para que a estatal inicie a obra projetada da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que já possui área comprada em Itajuba.

Também será necessária uma declaração de utilidade pública dessa área, a ser igualmente redigida e assinada pelo prefeito. O presidente do Conselho Municipal de Saneamento, Cleber de Souza, e o presidente da Fundema, Leandro Haupt, também estavam em plenário, assim como o coordenador da Defesa Civil, Elton Cunha.

Nogaroli questionou que se há uma empresa garantida, não há motivo para se buscar outra – um novo contrato demandaria em desenvolvimento de novo projeto, novo plano municipal, novas áreas para a ETE, e retardaria a obra. “E nosso mandato, junto do atual governo municipal, já tem um ano e três meses, o tempo está correndo”. Ainda de acordo com o parlamentar, muitos perguntam se a Casan tem como fazer esse investimento, e Marcelo responde que, por sua estrutura e pelo contrato assinado, a Casan quer fazer.

Em apartes, vereadores como Thiago Pinheiro (PSB) e Jorge Mário Borghetti, o Doutor Jorge (DEM) manifestaram apoio a Marcelo, no sentido de cumprir o contrato. Borghetti inclusive lembrou que “essa história de trocar de empresa a gente já conhece”, e que experiências vividas em Barra Velha, antes, “não foram boas”.

O próprio Marcelo citou que em Balneário Piçarras, o projeto avançou, o esgoto sanitário está sendo executado e a ETE, construída, no bairro Santo Antônio. Balneário Barra do Sul também avançou. Já em Araquari, onde a Prefeitura rompeu com a Casan, a estatal conseguiu, por via judicial, retornar ao comando. “E em Araquari, não tem um contrato como o já firmado em Barra Velha. Nós em Barra Velha temos diagnóstico de acompanhamento e atualização de metas. Não podemos correr o risco de cair numa pendenga judicial, onde toda a cidade perderá”.

Questionado pelo vereador Maurício de Simas (PSD) se a Casan já não “teve muito lucro” sem desenvolver o esgoto de Barra Velha, durante 30 anos, Marcelo concordou. “De fato. Mas eram outros tempos, outro contrato, bem diferente’, destacou. “A Casan teve muito lucro, sei disso. Agora é hora dela investir, é obrigada pela força do contrato”, observou.

O posicionamento de Marcelo resultou de reunião local com o Departamento de Planejamento da estatal, na semana passada, quando o vereador efetuou a cobrança sobre esse repasse de informações. A reunião ocorreu com o diretor de Planejamento da estatal, Carlos Alberto Coutinho, e também com o gerente local, Edenézio de Souza, o gestor de projetos Luciano Boss e o procurador Haneron Victor Marcos.

 

Câmara de Vereadores ■ Assessoria de Comunicação
Fone (47) 99921.4527 ou 3446.7800, ramal 808
Texto: Juvan Neto – Jornalista SC 01359 JP
Informação Pública 050/2018

Notícias

Prefeitura desgovernada.
Prefeitura desgovernada.

Vereador falou sobre a falta de responsabilidade e conhecimento do prefeito em administrar Barra Velha.

Moção de Congratulações
Moção de Congratulações

Tenente da Polícia Militar de Barra Velha Ruy Florêncio Teixeira Junior, recebeu na noite desta quinta feira (07), a moção de congratulações nº 18/2017 por proposição do vereador Mauricio Simas, subscrita pelos demais vereadores.