100%

Ipreve ultrapassa R$ 5 mi pagos em benefícios aos servidores de Barra Velha, contabiliza Marciel

O Instituto de Previdência dos Servidores de Barra Velha (Ipreve) ultrapassou a barreira de R$ 5 milhões pagos a seus aposentados e pensionistas entre o ano de 2017 e os primeiros cinco meses deste ano. Estes números foram apresentados pelo vereador Marciel Berlin (PSB), em sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Barra Velha, em que Marciel apresentou números importantes da contabilidade do Ipreve e mostrou que cada vez mais, o instituto representa solidez na garantia dos direitos previdenciários do servidor público local.

 

De acordo com Marciel, em números exatos, o Ipreve pagou a seus beneficiários – incluindo o salário-maternidade – um total de R$ 5 milhões 887 mil em valores exatos, de janeiro do ano passado até maio deste ano. Nessse período, foi possível a liberação de aposentadoria para sete servidores em 2017 e cinco neste primeiro semestre de 2018, além de três pensões no ano passado e uma nova pensão neste ano.

 

A evolução do caixa do Ipreve também é significativa. Atingindo rentabilidade anual de R$ 1,5 milhão, o caixa do instituto evoluiu de R$ 13 milhões e 400 mil em 2017 para R$ 23 milhões e 169 mil, graças aos repasses variados. Marciel observa que os trabalhos da diretora-presidente Moema Ramos Alvim e do diretor geral Edvaldo Navarro Cachoeira, juntamente com a equipe, garantiram R$ 23 milhões na conta do Ipreve.

 

“O valor ainda não é o necessário, matematicamente, para garantir a estabilidade total dos servidores que vierem a se aposentar, mas é um quadro que nos dá muito mais garantia do que em anos anteriores, fruto desse bom trabalho”, elogiou Marciel, em plenário. O instituto absorve os direitos previdenciários tanto dos servidores efetivos da Prefeitura como da Câmara de Vereadores.

 

O vereador, que também é servidor público de carreira da Prefeitura e já presidiu o instituto, frisa que as readequações salariais dadas no início do atual governo – em 2017 – geraram R$ 20 milhões de impacto ao Ipreve. “Então, fazer essa projeção, calcular esse impacto, ver o que será necessário em termos de caixa, tudo isso é um trabalho técnico que demanda esforço, competência, seriedade, e o Ipreve está trabalhando nesse sentido, está em boas mãos”, observa o parlamentar do PSB.

 

 

 

 

Câmara de Vereadores

Assessoria de Comunicação

■ Fone (47) 99921.4527 ou 3446.7800, ramal 809

Informação Pública nº 105/2018

Notícias

Revisão biométrica obrigatória.
Revisão biométrica obrigatória.

O eleitor que não fizer a revisão biométrica terá o título de eleitor cancelado e poderá ter o CPF suspenso pela Receita Federal. Prazo vai até o próximo dia 28 de junho de 2019.

Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã
Sessões da Câmara Mirim iniciam amanhã

Eles foram eleitos no final do ano passado através das eleições escolares e agora assumirão o mandato de um ano. O projeto chega a sua 5ª legislatura com o objetivo de ensinar princípios básicos da política para jovens alunos.